Microcurso 4: Integração com a Rede Nacional de Dados em Saúde

Banner_Microcurso4

DESCRIÇÃO

O mundo está integrado pela internet e chegou a hora do Brasil conectar os atores da saúde. A solução tecnológica para tal, a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS), já está disponível.

A principal finalidade da RNDS é promover a interoperabilidade da informação em saúde, visando a continuidade do cuidado do usuário, qualquer que seja o instante, em qualquer lugar do Brasil.

A RNDS oferece serviços para a interoperabilidade de dados entre diferentes estabelecimentos de saúde, em todo o território nacional. É por meio dela que um estabelecimento de saúde disponibilizará a informação que será consumida por outro estabelecimento, em benefício do usuário (paciente).

Por se tratar de uma demanda nacional, este microcurso visa contribuir com a qualificação da formação de integradores aptos a desenvolver software para a conexão com a RNDS. Sendo, portanto, função dos integradores (desenvolvedores de software) criar o software que conectará um sistema de informação em saúde com a RNDS.

 

Período de matrícula: 01/03/21 a 01/02/22.

Faça sua matrícula!

 

Uma parceria entre:

  • Universidade Federal de Goiás:
    • Comissão de Governança da Informação em Saúde da UFG (CGIS-UFG)
    • Centro de Inovação em Gestão da Educação e do Trabalho em Saúde (CIGETS-UFG)
    • Laboratório de Pesquisa em Empreendedorismo e Inovação da Universidade Federal de Goiás (LAPEI-UFG)
  • Ministério da Saúde:
    • Secretaria de Gestão do Trabalho e da Educação na Saúde (SGETS-MS)
    • Secretaria de Atenção Primária à Saúde (SAPS-MS)
    • Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATASUS-MS)
  • Laboratório de Inovação e Estratégia em Governo (Linegov-UnB)

 

OBJETIVOS

  • Geral:

    • Orientar a criação de um software que permita a troca (envio e recebimento) de informação em saúde com a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

  • Específicos:

    • Compreender a importância da integração com a RNDS;

    • Descrever os elementos básicos, assim como os detalhes do processo de credenciamento da integração;

    • Listar as etapas para garantia da integração com a RNDS, em conformidade com os padrões adotados pelo Ministério da Saúde;

    • Reconhecer os elementos necessários para a criação de um software que permita a interoperabilidade da informação em saúde com a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS).

 

METODOLOGIA

  • Formato: Ensino à Distância (curso 100% online)

  • Nível: Educação Profissional e Tecnológica

  • Modalidade: Qualificação Profissional

  • Abordagem: Autoinstrucional (todas as atividades serão desenvolvidas pelo aluno sem o apoio de um tutor, preceptor ou professor) e microaprendizagem (conteúdo curto)

  • Público-alvo:

    • Desenvolvedor de software que atua na área da saúde. Necessita ter conhecimentos em linguagem de programação (Java e JavaScript ou outra); noções de projeto (design) de software; orientação a objetos; UML - Unified Modeling Language; manipulação de documentos JSON; e, facilidade para instalação de programas e uso de aplicativos, via linha de comandos.

  • Carga-horária: 30h

  • Período de matrícula: 01 de março de 2021

  • Data limite para conclusão: 01 de março de 2022

  • Certificado de conclusão: Será emitido com a chancela da UFG, via Plataforma AROUCA

  • Conteúdo programático:

    • Importância da integração com a RNDS

    • Regulamentação:

      • Criação da RNDS

      • Padrões de interoperabilidade

      • Terminologias e ontologias

      • Governança, gestão, dentre outros

    • Papel, habilidades, insumos e macroatividades do integrador

    • Conector (modelo, requisitos, projeto e implementação)

    • Ambiente de desenvolvimento (FHIR)

    • Processo de credenciamento

    • Entradas e saídas

    • API FHIR

    • Avaliação do curso e avaliação de satisfação do participante

    • Orientações sobre o acesso ao certificado

  • Recursos didáticos:

    • Plataforma virtual da UNA-SUS (Universidade Aberta do Sistema Único de Saúde)

    • E-book, com conteúdo e o guia do participante

    • Análise de infográficos 
    • Vídeos

    • Diagramas

    • Exemplos de código-fonte para integração

    • Questionário, com feedback automatizado

    • Quiz e palavras cruzadas
    • Avaliação do nível de satisfação do participante com o curso

 

Régua